Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vilipêndio

Esta notícia

florestas.publico.jpg

Link - PUBLICO.pt

 

 

Já não escrevia aqui ia para uns tempos. Como creio que isto nunca deixa de ser como falarmos connosco próprios, - a internet dá-me essa sensação de isolamento -. porventura isso é que não tinha muito que dizer a mim mesmo.

Mas, depois, apareceu esta notícia à frente e tudo mudou. 

Num país com a maior área ardida da Europa, anos atrás de ano, onde o Verão é significado de tragédias e directos televisivos com imensas chamas como fundo, onde o Presidente jura demitir-se caso se repetisse a tragédia de Pedrogão, seria de esperar que se estivesse a fazer tudo.

E tudo é precisamente o que se está a fazer. Nomeadamente no cuidado com os guardas florestais. Podiamos pensar, nós mentes incautas do proteccionismo florestal, leigos do combate aos fogos, gente que - vá - é burra, que num país com tal problema de fogos haveria o risco de se cair no caos de contratar todo e qualquer guarda florestal, deixando ao deus-dará a nossa preciosa floresta. Mas Portugal nunca deixa ficar mal. 

No que toca à protecção de áreas verdes, estamos servidos ao mais alto nível. Podemos estar seguros que, em nenhuma parte deste nosso Portugal, não existem guardas florestais com dentes a menos e VIH a mais a proteger os nosos pinheiros, eucaliptos e sobreiros. É um descanso, sem dúvida. 

Seria engraçado se, por mero acaso do destino, no devorar de um qualquer incêndio que marcará o nosso próximo Verão, pudéssemos ver arder esta nossa culturazinha que, felizmente, não nos define mas, infelizmente, nos atrasa.

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.