Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vilipêndio

Dois mil e dezoito

A passagem de ano é um mero segundo. Gostava que isso ficasse claro. Ainda assim é possivel discutir, de forma iminentemente filosófica, se é o segundo que mora entre as 23:59:59 e as 00:00:00, ou entre as 00:00:00 e as 00:00:01. Se é para celebrar, teimo que seja de forma rigorosa. Aposto na segunda opção, muito porque tenho um gosto especial em imaginar que às 23:59:59 estamos num ano, às 00:00:01 estamos noutro e que às 00:00:00 não estamos em coisa nenhuma.

E se de rigor nos armamos, que dizer em relação à não celebração da passagem de Janeiro para Fevereiro? O que tem a mudança de um número de mais especial que a de um nome de um qualquer mês? 

Aliás, que raio de nomes e números são esses?!

Bom, são pertinentes questões como estas que atormentam qualquer um. Espero eu. 

De qualquer forma, isso pouco interessa, tal como pouco interessa o sentido destes dias que gostamos de utilizar para juntar pessoas, falar, relembrar e partilhar. Tudo aquilo que mais preenche.

Que 2018 seja o que cada um deseja dele. Mesmo que o que desejemos seja tão abstracto como a passagem de ano. 

E saúde, que também faz jeito. gfdgfdgd.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Eri Griffin Black & White Ink Illustration