Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Vilipêndio

Arborizações espontâneas

segundacircular

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

São tremendas as noticias que nos têm chegado desde o sector da rodoviária.

É bem sabido que o sector da jardinagem de vias rodoviárias (ou quiçá paisagismo?) não possui grande capacidade para momentos de entretenimento. Eis, porém, uma excepção.

Ora então eles querem arborizar a Segunda Circular. Parcialmente? Parece que não. Parece que é toda. Uma arborização de todos os tamanhos, como toda a boa arborização. Assim que sou encarado com a noticia, ao regozijo segue-me uma inveja por não ter nunca pensado na ideia antes, e ainda depois disso, uma angústia por nem sequer ter descortinado a sua falta.

Aceito que o local precisava de ar puro há muito tempo, visto que é uma estrada. E quase todas as estradas são assim, pelo que dizem alguns estudos. Mas nada que algumas e bem colocadas árvores não sejam capazes de disfarçar, dizem outros estudos de outros cientistas.

Bom mas passar entre o Colombo e a estação de Repsol do Campo Grande não será, nunca mais, aquela experiência atroz e insuportável que era antes.

Agora passará a ser um passeio no parque.

Um passeio que para além de ecologicamente agradável, tem também trânsito das sete às vinte.

 

   Pobres árvores.