Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vilipêndio

A riqueza por detrás dos Montes

 É curioso como tudo começa com uma conversa sobre conhecer a Europa e os Estados Unidos que terminou com a pergunta do meu pai "Então mas e os Trás-os-Montes?".

Não era preciso pensar mais e comecei, desde aí, a planear uma escapadela lá para cima. Agarrei o braço do meu velho, que nem o é assim tanto, e na sua carrinha e fomos fazer 1500 km por essas bandas.

E aquelas bandas são das melhores bandas que o nosso país tem. Viseu, Vila Nova de Foz Côa, Vila Real, Mirandela, Bragança, Vinhais, Chaves foram alguns dos sítios por onde passámos. A imensidão da estrada que nos caminha até cada cidade ou vila é avassaladora, mas a beleza das paisagens que engolem cada uma dessas estradas é simplesmente indescritível. Apenas a lente do nosso olho (e de uma boa máquina se puder ser) consegue fazer sentido a um sem fim de verde, montes, natureza, de terra selvagem, virgem e dona de tudo. Ali quem manda não é a nossa falsa superioridade, é o monte que chegou lá bem antes. A terra manda e isso vê-se facilmente nas pessoas, no seu falar e agir. O respeito por algo maior, pelo próximo e pela vida é mais fácil de ter quando estamos rodeados de provas que algo bem maior existe. 

Atravessadas quase sempre por um rio, estas cidades de um Portugal distante vivem uma vida igual em tudo mas diferente na velocidade. Tudo é igual, menos a pressa, esta nossa pressa de chegar a lado nenhum, mas primeiro que os outros. Há mais tempo e disponibilidade para uma conversa de ocasião, uma piada ou um sorriso, a simpatia não é cara e está na cara. 

Venho de Lisboa, a capital de tudo, da confusão, do trânsito, dos turistas, dos preços altos. E da boa vida, da noite que não dorme, dos festivais. Vive cada vez mais, tem cada vez mais, de tudo o que é bom e de tudo o que é mau. Lisboa é, hoje em dia, quase tudo e isso pode tornar-se uma enorme confusão. 

Passando pelas estradas do Portugal que existe para lá dos montes, aprende-se algo muito importante com as pessoas e a vida de quem lá vive. Uma forma de andar diferente, por diferente ser a vista dos seus olhos e das suas janelas. 

 

IMG_20170919_182312.jpg

 Praia Foz do Sabor

IMG_20170920_161507.jpg

Praia do Azibo

IMG_20170919_164317.jpg

 Vila Nova de Foz Côa

IMG_20170921_105918.jpg

 Vinhais

IMG_20170919_095340.jpg

Beijós

 

 

2 comentários

Comentar post